Começa a primeira etapa da WSL 2024

Compartilhe!

O circuito mundial de surf (WSL) iniciou as etapas da Championship Tour no dia 29 de janeiro, em Pipeline, no Havaí, e seguirá até setembro, com a fase final em Lower Trestles, na Califórnia.

Por conta dos Jogos Olímpicos de Paris 2024, a disputa contará com 9 etapas e não 10, pois haverá uma pausa para que os competidores classificados possam viajar e disputar as medalhas olímpicas.

A Surf Ranch, piscina de ondas artificiais de Kelly Slater, também estará de fora dessa edição. Além disso, não será realizada nenhuma bateria em Jeffrey’s Bay, na África do Sul. Esta será substituída por Fiji, que retorna ao cenário após 7 anos fora.

Confira o calendário completo da WSL 2024

● 1ª Etapa: 29 de janeiro – 10 de fevereiro: Pipeline, Havaí, Estados Unidos
● 2ª Etapa: 12 – 23 fevereiro: Sunset Beach, Havaí, Estados Unidos
● 3ª Etapa: 06 – 16 março: Supertubos, Peniche, Portugal
● 4ª Etapa: 26 de março – 05 de abril: Bells Beach, Victoria, Austrália
● 5ª Etapa: 11 – 21 de abril: Margaret River, Western Australia, Austrália
● 6ª Etapa: 22 – 31 de maio: Teahupo’o, Taiti, Polinésia Francesa
● 7ª Etapa: 06 – 15 de junho: Punta Roca, La Libertad, El Salvador
● 8ª Etapa: 22 – 30 de junho: Saquarema, Rio de Janeiro, Brasil
● 9ª Etapa: 20 – 29 de agosto: Cloudbreak, Tavarua Island, Fiji
● WSL Finals: 06 – 14 de setembro: Lower Trestles, San Clemente, Califórnia, EUA

Yago Dora, avança para a próxima fase da WSL em Pipeline

yago dora surf wsl

Yago venceu a primeira fase da WSL e garantiu a sua participação nas oitavas de final. As disputas terminam no próximo dia 10, mas está bem acirrada para os outros surfistas brasileiros.

O fator decisivo para a classificatória tem sido o somatório com a segunda nota da bateria,onde Yago iniciou com 6.27 a 6.33 de Jacob Willcox. Ambos deram um espetáculo ao pegar a segunda onda, mas Dora levou a melhor com 7.83 e agora está nas oitavas de final.

Nomes como Gabriel Medina, Italo Ferreira, Samuel Pupo, Miguel Pupo e Deivid Silva caem no round 3 em Pipeline, o que causou uma eliminação precoce dos brasileiros favoritos no esporte. A equipe feminina ainda não iniciou as disputas.

Italo pega onda impressionante, mas não é classificado

italo ferreira wsl
Ítalo Ferreira

O sul-africano Jordy Smith levou a melhor no round 3, conquistou uma nota 8.87 por ter realizado um drop difícil, e mesmo assim nos momentos finais, a competição estava bem acirrada. Italo fez 3.17 na última onda e o Smith acabou arrebatando por 7 pontos vencendo a disputa.

Samuel Pupo perde de virada

samuel pupo wsl
Samuel Pupo

Samuel começou com 5.83 e enfrentou 5.17 do australiano Liam O’Brien. Na segunda bateria Pupo fez 6 pontos e Liam fez 7 e venceu essa disputa, sendo o brasileiro o primeiro eliminado.

Gabriel Medina não se classifica

Gabriel Medina wsl
Gabriel Medina

Gabriel começou contra o americano Crosby Colapinto com duas ondas pequenas e nota 2.73 de somatório. Já Crosby pegou uma onda tubo e levou 8.33, levando a melhor que Medina.

Miguel Pupo também cai

Miguel Pupo WSL
Miguel Pupo

O paulista Miguel fez pontuação 5.83 e 4.27 contra 5.33 e 5.13 do havaiano Imaikalani deVault. Foi uma disputa bastante acirrada e que infelizmente desclassificou o surfista.

Deivid Silva enfrenta John John

Deivid Silva WSL
Deivid Silva

Diretamente do Guarujá, depois de um tempo parado, Deivid Silva retornou às competições, com um somatório de 8.84, contra 9.17 e 8.17 do estadunidense John John Florence e assim também foi desclassificado.

Placar da Round 32

  • Ethan Ewing (AUS) 12.66 x 4.27 Kelly Slater (EUA)
  • Samuel Pupo (BRA) 11.83 x 12.17 Liam O`Brien (AUS)
  • Ryan Callinan (AUS) 5.17 x 1.93 Jake Marshall (EUA)
  • Connor O`Leary (JAP) 8.00 x 6.84 Jackson Bunch (HAV)
  • Jack Robinson 10.16 (AUS) x 10.83 Ramzi Boukhiam (MAR)
  • Italo Ferreira 12.04 (BRA) x 13.67 Jordy Smith (AFS)
  • Barron Mamiya 14.16 (HAV) x 7.00 Frederico Moraes (PRT)
  • Yago Dora 14.10 (BRA) x 12.20 Jacob Willcox (AUS)
  • Griffin Colapinto (EUA) 11.17 x 10.33 Shion Crawford (HAV)
  • Ian Gentil (HAV) 10.67 x 5.40 Kanoa Igarashi (JAP)
  • Gabriel Medina (BRA) 2.73 x 8.86 Crosby Colapinto (EUA)
  • Miguel Pupo (BRA) 10.10 x 10.46 Imaikalani deVault (HAV)
  • John John Florence (HAV) 17.34 x 8.84 Deivid Silva (BRA)
  • Callum Robson (AUS) 13.83 x 10.67 Seth Moniz (HAV)
  • Matthew McGillivray (AFS) 10.00 x 5.50 Eli Hanneman (HAV)
  • Leonardo Fioravanti (ITA) 15.26 x 5.23 Kade Matson (EUA)

A disputa masculina não foi das melhores, mas ainda tem as Olimpíadas e toda a torcida para o Yago Dora nas etapas de finais. Teremos ainda as disputas do surf femino, então fique ligado!

Vamos lembrar de vitórias? Leia também O bicampeão mundial Filipe Toledo ganha 7º título do WSL

Fonte: Olympics e Globo Esporte

spot_img

Related Posts

Rayssa Leal une moda de luxo da Louis Vuitton ao skatewear da Nike

A campeã olímpica Rayssa Leal venceu Tokyo 2020 com apenas 13 anos. Aos 11 se tornou a skatista mais...
spot_img